Sábado, 23 de Julho de 2011

SEMEADORES DE SORRISOS

 

A todos os que semeiam sorrisos e arco-íris à sua volta !


publicado por António Mateus às 10:41
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 30 de Julho de 2010

EXEMPLO DE LUZ

 

Conheci-o já no virar da idade adulta, em Melides, casado com a Cláudia Cadima.

 

Sempre o admirei como ser humano, pessoa linda de luz que nos fazia sorrir, nas nossas fragilidades, reinventando a simplicidade de sermos irmãos.

 

Há meses deixei aqui no Selva Urbana, este trailer onde ele nos re-acordava a urgência de nos amarmos, de buscarmos ternura e a partilharmos como gotas de orvalho.

 

Benzendo-nos a nós próprios nesse processo.

 

Fazia-o com a lucidez redobrada de quem já sabia ter seus dias contados mas continuava, em cada reacordar, a beijar a vida como o milagre que ela é.

Hoje deixou-nos e foi descansar para sempre no nosso coração.

 

Obrigado António Feio por tudo o que nos ensinaste.


publicado por António Mateus às 14:41
link do post | comentar | favorito
Sábado, 26 de Setembro de 2009

ESCOLHI SER FELIZ



   Te sinto no ar que respiro, no arrepio de pele, na brisa do finar da tarde que se amorna. No piar das gaivotas que depenicam o espelho do mar.


   Me largo de mim num voo sem fim, sonhos adentro onde nos despimos meninos de tudo o que a vida foi pintando em nós e me descubro sentado no terceiro degrau do arco-íris.


   Raio de luz que me grita a vertigem de ser feliz porque sim. Porque essa é a vertigem de tocar. Aquela pele que nos arrepia com cheiros e desejos, mesmo antes de lá chegar.


  Não sei quem tu és. Onde moras. Mas sei que existes algures e só por isso tudo vale a pena. Estou a caminho de ti. Já me sentes? 

 

 

 


publicado por António Mateus às 13:05
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 29 de Maio de 2009

DESASTRE AMBIENTAL

 

   Mais de 300 mil pessoas morrem anualmente devido a efeitos das alterações climáticas.

 

   O alerta foi dado hoje no relatório anual do Forum Humanitário Global.

 

   O documento sublinha que 325 milhões de pessoas sofreram no último ano prejuízos directos desta modificação climática, um balanço que deverá duplicar até 2030.

 

  Um relatório suposto ser de choque mas que pouco ou nada deverá influir nas decisões governamentais à escala global, enquanto o saldo financeiro imediato se sobrepuser a objectivos a longo prazo, mesmo estando em causa a herança a legar aos nossos filhos.


publicado por António Mateus às 12:27
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 7 de Maio de 2009

LUSÓFONO NOS 200 + DO TWITTER

 

 

   O escritor brasileiro Paulo Coelho é o único lusófono que figura na lista das 200 personalidades mais influentes do Twitter.

 

   Paulo Coelho ocupa a 83ª posição no ranking eleborado pela agência de marcas JCPR e que é liderado pelo comediante e apresentador de TV britânico Jonathan Ross.

 

   Para elaborar a lista, baptizada como Twitter Index, foi usado um algoritmo que tem em conta  o número de seguidores de cada utilizador e o interesse despertado pelos respectivos posts.

 

    Coelho e a cantora islandesa Bjork (92ª) são os únicos não anglo-saxónicos incluídos nesta lista. 


publicado por António Mateus às 08:44
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 16 de Abril de 2009

LINDO DE MORRER

 

    É uma daquelas coisas lindas de arrepiar.

 

   Esta desempregada de 47 anos de idade, tornou-se literalmente uma estrela mundial, do dia para a noite, contra todos os preconceitos humanos.

 

   Em quatro dias, cópias de um vídeo dela colocadas no Youtube já foram visitadas por mais de 20 milhões de pessoas.

 

  Experimente...é pelo menos um beijo de luz.

 

http://www.youtube.com/watch?v=RxPZh4AnWyk

 

 


publicado por António Mateus às 12:38
link do post | comentar | favorito
Sábado, 28 de Março de 2009

DESISTIR.SAUDADE.CULPA.E AGORA QUE FAÇO?

 
 
   DESISTIR. SAUDADE. CULPA. E AGORA QUE FAÇO?
 

   Seis meses depois de ter chegado a Moçambique Moreno morria de SAUDADE de tudo e mais uma gota de chuva familiar.

   Estava tão insatisfeito com o rame-rame da própria vida e a urgência de luz que arrastou meio mundo, a começar por si mesmo, na convicção de ser capaz de assumir a chefia de um posto importante em Maputo. E que por ali seria seu crescer interior.

   Passados seis meses, Moreno era um remoinho de interior solidão. E o país , naqueles dias, um imenso buraco negro. Paupérrimo em valores materiais e, aparentemente, de estímulos existenciais.

   Dia-a-dia, semana-a-semana, somou-se-lhe a vertigem de DESISTIR.    Ùnica saída vislumbrável para aquele sufoco. 

   Por um lado vincava-se a certeza de ter atingido seus limites.          

   Por outro, prendia-o à Terra, a CULPA  de no saltar para essa viagem ter arrastado tantas fés em si, incluindo um investir arrebatado de toda a própria luz.

   Dia-a-dia, noite-a-noite, somava-se-lhe no peito uma exaustão indizível. E AGORA QUE FAÇO?

   Graças a Deus, as dificuldades logísticas do desistir e regressar eram igualmente extremas. E a dança do tempo, como sempre, transformou-se em contra-dança do sentir.

   O esticar dos nossos limites tem também essa magia. Esse milagre.

   É como se a crisálida que até ali éramos rebentasse seu envólucro extravasando-se numa linda borboleta. Apta a voar em vez do ser rasteiro até ali moldado.

  Afinal, como sempre, a Mão Alta que ali o levara sabia-o bem melhor.

  E por um xicuembo de sabedoria lhe ensinou que qualquer um pode desistir e, rasteiro, morrer crisálida.

  Mas requere determinação e vontade.

  Respeito por nós, para buscar a luz e sair a voar.

 


publicado por António Mateus às 11:52
link do post | comentar | favorito

TRANSLATE THIS BLOG TO ANY LANGUAGE

António Mateus

Escritor e jornalista. Nasceu em 1960 em Castelo Branco, filho de uma socióloga e de um Oficial de Cavalaria. Licenciado pela UTL e iniciou a sua actividade jornalística no jornal O Globo em 1982. Continuar a ler (...)

Os meus livros

Selva Urbana, edições Colibri. "Selva Urbana – ponte entre olhares e sensibilidades de dois mundos, duas culturas, dois continentes, situações humanas comuns – é uma sequência de retratos publicados em colunas semanais num jornal diário de cariz económico, Jornal de Negócios (...) Comprar

Homens vestidos de peles diferentes, editora Ulmeiro. Comprar.

pesquisar

 

links

arquivos

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Maio 2013

Março 2013

Outubro 2012

Junho 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds