Quarta-feira, 6 de Abril de 2011

E AGORA PORTUGAL?

 

Há muito tempo que era um aperto previsível.

Tanto que há mais de um ano me sentei com os meus dois meninos para lhes explicar os cortes acentuados que iríamos fazer nas despesas familiares, antecipando o cenário hoje despido.

 

É tão "lógico" e sólido como isto; se desde o PREC (dos anos 70) o país consomia muito mais do que produz restavam duas alternativas; viver de um crédito suportado através de sucessivos empréstimos adicionais ou tornarmo-nos caloteiros recorrentes.

 

Apsar de tudo, a avestruz pôde continuar a enterrar a cabeça na areia enquanto os agentes financeiros internacionais não encontraram os nichos de enriquecimento do ataque a moedas comuns e do piranhar das dívidas soberanas.

 

A agravar as coisas, tivemos um governo emasculado e pouco atreito à imperiosidade de procurar consensos na altura do aperto, um vampirismos das fragilidades económicas que tornaram sucessivamente obsoletos os sucessivos PECs e uma posição hipócrita e predatória que pôs os interesses político-partidários à frente de um sentido de Estado que se exigia no combate a um problema comum.

 

Agora, o cenário volta a ser previsível, resta saber se a lentidão de leitura apertará ainda mais a corda no pescoço do "infractor".

 

Antes que os noticiários nos tragam nas próximas semanas a imposição de cortes de subsidios de férias e de natal e, mais uma vez, de salários. A redução de pensões e de deduções fiscais e um corte substancial nas despesas solidárias do Estado, eu vou apenas prosseguir o que faço há dois anos;

acabaram-se todas as despesas não-essenciais e estica-se ao limite o reaproveitamento e racionalização de recursos.

 

Mesmo assim, veremos se chegará governar-se o país como os nossos avós geriam as suas finanças domésticas; amealhando os vinténs e consumindo apenas o que se tem. 

 

A alternativa seria agravar ainda mais o abismo ou roubar o futuro aos nossos filhos.


publicado por António Mateus às 23:12
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 21 de Dezembro de 2009

PAI NATAL HIGHT TECH

 

 

  São os paradoxos da tecnologia. Tão sofisticados e, afinal, tão frágeis.

 

   Imagine-se o que devem ter passado os milhares de passageiros do Eurostar, “entalados” a noite inteira no túnel entre França e o Reino Unido.

 

   A situação ainda não foi desbloqueada. Os responsáveis do comboio de alta velocidade esperam que “depois do Natal” tudo volte à normalidade.

 
   Volta Pai Natal estás perdoado!
 

 


publicado por António Mateus às 11:54
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 4 de Junho de 2009

CULTIVAR DA IGNORÂNCIA

 
 
   As três tvs anunciam para domingo três “Especiais: Eleições europeias 2009", todos eles promovidos como mega-eventos de grande aposta editoral.

 

   Afinal a Europa já nos governa hoje em dia mais do que nós nos governamos a nós mesmos.

 

   No “aquecimento” para o dito escrutínio, assistimos a um "sprint" paroquial de tempos de antena e “reportagens” com candidatos a algo cada vez mais ausente dos telejornais e assim subtraído do saber comum; a Europa; como funciona, como influi nas nossas vidas, como e porque nos diz respeito.

 

   É por isso "pacífica" uma abstenção maçiça no próximo domingo. Votar para quê? E em qual dos menores desertos de ideias/propostas?

 

   Do mundo, cada vez mais, vemos nos noticiários apenas as tragédias, os desastres, os modismos e os "fait-divers".

 
   Ao vulgarizar a ignorância colectiva promove-se a estupidificação acrítica. Votar então em quê? Para o quê?

Depois, no domingo, estar-se-à horas a dissecar uma noiva cada vez mais remota.

   Essa coisa progressivamente estranha, caricata, chamada Mundo.  

 


publicado por António Mateus às 22:29
link do post | comentar | favorito

pesquisar

 

links

arquivos

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Maio 2013

Março 2013

Outubro 2012

Junho 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds