Domingo, 12 de Abril de 2009

MAGIAS E OBSCENIDADES

 

    Há palavras, brilhos, sons que nos dedilham o sentir como se fôssemos cordas de uma harpa.

 

   O vídeo-clip anexo fala muito mais do que qualquer letra, espúria, que aqui lhe somasse.

 

  Abra o coração e a alma e (re)acorde a sua condição humana.


publicado por António Mateus às 03:23
link do post | comentar | favorito
Sábado, 28 de Março de 2009

DESISTIR.SAUDADE.CULPA.E AGORA QUE FAÇO?

 
 
   DESISTIR. SAUDADE. CULPA. E AGORA QUE FAÇO?
 

   Seis meses depois de ter chegado a Moçambique Moreno morria de SAUDADE de tudo e mais uma gota de chuva familiar.

   Estava tão insatisfeito com o rame-rame da própria vida e a urgência de luz que arrastou meio mundo, a começar por si mesmo, na convicção de ser capaz de assumir a chefia de um posto importante em Maputo. E que por ali seria seu crescer interior.

   Passados seis meses, Moreno era um remoinho de interior solidão. E o país , naqueles dias, um imenso buraco negro. Paupérrimo em valores materiais e, aparentemente, de estímulos existenciais.

   Dia-a-dia, semana-a-semana, somou-se-lhe a vertigem de DESISTIR.    Ùnica saída vislumbrável para aquele sufoco. 

   Por um lado vincava-se a certeza de ter atingido seus limites.          

   Por outro, prendia-o à Terra, a CULPA  de no saltar para essa viagem ter arrastado tantas fés em si, incluindo um investir arrebatado de toda a própria luz.

   Dia-a-dia, noite-a-noite, somava-se-lhe no peito uma exaustão indizível. E AGORA QUE FAÇO?

   Graças a Deus, as dificuldades logísticas do desistir e regressar eram igualmente extremas. E a dança do tempo, como sempre, transformou-se em contra-dança do sentir.

   O esticar dos nossos limites tem também essa magia. Esse milagre.

   É como se a crisálida que até ali éramos rebentasse seu envólucro extravasando-se numa linda borboleta. Apta a voar em vez do ser rasteiro até ali moldado.

  Afinal, como sempre, a Mão Alta que ali o levara sabia-o bem melhor.

  E por um xicuembo de sabedoria lhe ensinou que qualquer um pode desistir e, rasteiro, morrer crisálida.

  Mas requere determinação e vontade.

  Respeito por nós, para buscar a luz e sair a voar.

 


publicado por António Mateus às 11:52
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 25 de Março de 2009

MILAGRE NO ZIMBABUÉ

 

 

   É um caso paradigmático de se escrever a direito por linhas tortas;  um governo contra-natura está a conseguir um milagre no Zimbabué.

 

   Pela primeira vez em cinco anos a inflação naquele país desceu, obra do executivo interino formado (à força) entre os partidos do (ainda) presidente Robert Mugabe, e do vencedor das últimas eleições, Morgan Tsvangirai.

 

   Boas notícias para um país arruinado pelas políticas desastrosas do primeiro e que já foi um celeiro africano.

 

   O lado menos bom é o impacto imediato real desse progresso; a inflação no Zimbabué ronda os 230 milhões por cento (!) - leu bem! - e durante o último mês decaiu....três por cento.


publicado por António Mateus às 08:00
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 24 de Março de 2009

MADIBA O MÁGICO

 

 
   (FOTO TIMES)
    Madiba nos olhava, cima abaixo, alma afora, como quem nos abraça por dentro. 
   Saciando-nos a vertigem de estar sempre num outro presente, em busca de um qualquer outro futuro.  
   Tinha aquela magia de se pequeninar do alto da sua grandeza, para nos agigantar, no segredo de cultivar a luz, aceitando a sombra.
   Nasceu com aquele xicuembo contagiante, de nos rasgar humanos, sensíveis, despojados de querer para nós. Estacionar num canto qualquer a vertigem de saciar o eu, quando o segredo da felicidade serena, está no pintar sorrisos em tu.
   Eu o olhava, enorme! Ainda mais dentro de si do que no corpo espigado céu acima.
   E agradecia mil vezes às curvas da vida, que com ele me anzolaram, magias do estar.
 


publicado por António Mateus às 13:03
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 17 de Março de 2009

LIÇÃO DE BOM JORNALISMO

 

 
   Vi com todos os sentidos, o coração e a razão, os (excelentes) trabalhos feitos recentemente pelo Luis Castro e o Nuno Patrício (ambos da RTP) na Guiné-Bissau.
 
   Um exemplo de sensibilidade humana, jornalismo no seu melhor e uma bofetada de luva branca em quem insiste que África já não interessa aos telespectadores, leitores e ouvintes portugueses.
 
   O mal é que quem dita os conteúdos dos jornais e telejornais é na generalidade absolutamente ignorante da realidade africana e da forma como esta se borda no nosso existir. E ignorando-a extrapola que não interessa à maioria dos outros.
 
   Agora, de repente, “descobriram” Angola!
 
   Curioso, há poucos meses as eleições naquele país foram cobertas quase como um “fait-divers” quando Luanda já era o destino mais procurado dos nossos empresários e por emigrantes portugueses....
 
   Obrigado Luis também por essa pedrada no charco.
 
 
P.S. Não tenho ilusões, no entanto. O charco voltará a alisar-se, pela força da gravidade.

publicado por António Mateus às 19:24
link do post | comentar | favorito

A MELHOR BANDA AFRICANA

 

 

    Aqui lhe deixo esta provocação!


    Aquela que é para mim, de longe, a melhor banda africana; Mafikizolo!


    Abra os sentidos...e a alma!

 


publicado por António Mateus às 11:55
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 5 de Março de 2009

PRESIDENTE PROCURA-SE

 

  O primeiro Presidente em funções a ter um mandado de captura (por acusações de crimes contra a humanidade) desafiou o Ocidente a levá-lo a tribunal.

   24 horas após ter sido formalmente acusado pelo Tribunal Internacional de Haia por crimes cometidos no Darfur, Omar al-Bashir expulsou do seu país 10 ONGs internacionais.

   Bashir argumenta que os ”verdadeiros criminosos são os Estados Unidos e a Europa”.

   A emissão do mandado contra Bashir dividiu a comunidade internacional, com a China, Rússia, Liga Árabe e União Africana a exigirem o cancelamento da medida.

   As decisões do Tribunal de Haia só podem ser suspensas (e por 12 meses) pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas. 


publicado por António Mateus às 11:07
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 4 de Março de 2009

MILAGRE DE MÚSICA

 

   É só um dos documentos humanos que mais me tocou nos últimos anos. E, garanto-vos, sei bem do que falo. Tanto por conhecer bem o Congo e Kinshasa (onde decorre a cena) como por já ter dado muitas voltas ao mundo.

 

   Quando se pensa na capital do Congo, a última imagem que nos vem ao espírito será certamente a de um nicho de intérpretes de música clássica e ainda menos de ópera.

 

  Especialmente quando os intérpretes são nas suas vidas “oficiais” vendedores ambulantes ou “desenrascados”do género e em todo o país não há uma única loja de instrumentos musicais clássicos.

 

   O resto…bem.Veja o clip anexo, e forme o seu próprio juízo.


publicado por António Mateus às 21:21
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 3 de Março de 2009

PESADELO SOBRE RODAS

  Já imaginou sentir algo a encostar-se à sua perna enquanto conduz, dar-lhe uma palmadinha e verificar que se trata de um réptil como o da foto acima?

   Bem! Não é ficção mas sim a experiência bem real de um casal de sexagenários que viajou 170 kms na África do Sul, com uma cobra cuspideira de Moçambique, até conseguir que um perito capturasse o réptil.

   Gordon Parratt, de 69 anos, manteve-se calmo durante toda a experiência que culminou uma visita ao Parque Nacional Kruger, junto à fronteira com Moçambique.

  Ele e a mulher, Ilda, de 65 anos, regressavam a casa após uns dias de lazer no parque quando verificaram que eram acompanhados por um  passageiro extra, aninhado junto aos pés do condutor…(imagine-se no lugar deste….brrr).

  Gordon manteve-se no entanto calmo o que o terá poupado a um ataque da cuspideira, que é uma das cobras mais perigosas da região. 


publicado por António Mateus às 22:08
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 2 de Março de 2009

NINO E A AMNÉSIA DA BRUTALIDADE

  

  

   Eram mortes anunciadas. Sem ser preciso um sangoma africano para o descortinar.

 

   Nino Vieira e o Chefe de Estado Maior Na Waié tinham literalmente um ódio de morte recíproco e foi isso que lhes caiu em sorte.

 

   Foi primeiro Na Waié, que por sua vez já sucedera a um Chefe de Estado Maior assassinado no seu gabinete em Bissau.  Agora em vez das balas o destino foi consumado por uma bomba que os apoiantes do general consideraram asssinada por Nino.

 

   O resultado foi um assalto retaliatório à residencia do Presidente da República, onde o entrevistei há dois anos.

 

   Recordo o cofre enorme atrás da sua secretária e de pensar “que cena caricata”. Uma espécie de banco do jogo do monopólio arrumado junto a uma porta de acesso ao jardim traseiro, através do qual Nino saía de casa.

 

   É um país com uma longa história de violências mas onde só se recordam as politicamente correctas.

 

   Alguém se lembra do assassínio brutal e gratuito dos majores portugueses que Spinola enviara para negociar um acordo de paz com o PAIGC à revelia de Lisboa?

 

   Alguém recorda as centenas de militares negros presos, executados e sepultados em valas comuns só por terem servido a bandeira portuguesa?

 

   Às vezes é melhor não haver memória. Sermos todos amnésicos. 


publicado por António Mateus às 19:37
link do post | comentar | favorito

TRANSLATE THIS BLOG TO ANY LANGUAGE

António Mateus

Escritor e jornalista. Nasceu em 1960 em Castelo Branco, filho de uma socióloga e de um Oficial de Cavalaria. Licenciado pela UTL e iniciou a sua actividade jornalística no jornal O Globo em 1982. Continuar a ler (...)

Os meus livros

Selva Urbana, edições Colibri. "Selva Urbana – ponte entre olhares e sensibilidades de dois mundos, duas culturas, dois continentes, situações humanas comuns – é uma sequência de retratos publicados em colunas semanais num jornal diário de cariz económico, Jornal de Negócios (...) Comprar

Homens vestidos de peles diferentes, editora Ulmeiro. Comprar.

pesquisar

 

links

arquivos

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Maio 2013

Março 2013

Outubro 2012

Junho 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds