Terça-feira, 13 de Janeiro de 2009

ISRAEL HUMILHA EUA

 

(Foto USAToday)

 

 

  A história é contada na primeira pessoa pelo primeiro-ministro israelita. 

   Ehud Olmert telefonou ao presidente norte-americano exigindo um voto dos EUA contra uma moção do Conselho de Segurança da ONU preparada e promovida pela Casa Branca.
 
  A Casa Branca demorou 24 horas a emitir um desmentido ambíguo desta interferência reclamada pelo chefe do executivo israelita.
 
  Segundo Olmert,  Bush respondeu-lhe que não conhecia o conteúdo da moção mas mesmo assim terá instruido Condoleezza Rice a votar contra uma determinação de cessar-fogo em Gaza.
 
   Pode-se até acreditar que os israelitas têm legítimo direito de auto-defesa dos ataques à morteirada do Hamas, a partir de Gaza, mas esta promiscuidade política cheira muito mal.
 
  Não estamos a falar do mesmo presidente que acreditou e “vendeu” ao resto do Mundo Ocidental a existência de armas de destruição maciça no Iraque para justificar a invasão deste país?
 

publicado por António Mateus às 13:06
link do post | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


pesquisar

 

links

arquivos

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Maio 2013

Março 2013

Outubro 2012

Junho 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds