Segunda-feira, 25 de Maio de 2009

PARAÍSO OU INFERNO?

   Moçambique é sem dúvida um dos “segredos” mais bem escondidos do mundo lusófono para quem nunca aportou em terras baptizadas há séculos por Vasco da Gama como sendo da “boa gente”.

   Mas é também – sabe-se agora - palco sentenciado a tornar-se cada vez mais cenário de cheias, secas, ciclones e epidemias.

   Essa é a principal conclusão de um estudo financiado pelas Nações Unidas e agora publicado sob o título “Relatório das mudanças climáticas”.

   O documento sublinha que aqueles desastres naturais serão cada vez mais frequentes e intensos em Moçambique devido ao aquecimento global do Planeta.

   Os investigadores aconselham o governo moçambicano a multiplicar o alcance dos actuais sistemas de combate a calamidades naturais e a desenvolver uma estratégia nacional de resposta às alterações climáticas configuradas.

   Moçambique ainda está a recuperar do ciclone Jokwe, que provocou no ano passado dezenas de mortos e deixou milhares de pessoas sem abrigo e meios de subsistência.

   Isto depois de o país ter sido palco de cheias devastadoras, em 2000 e 2007,  e de a malária ali apresentar algumas das formas mais letais do Planeta. 


publicado por António Mateus às 15:11
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 22 de Maio de 2009

EMPREGOS VOAM

 

   Portugal já tem quase meio milhão de desempregados, fasquia que estabelece novo recorde negativo, desde o 25 de Abril (1974).

 

   As estatísticas oficiais fixam em 491.635 o número de portugueses inscritos à procura de emprego, um balanço que continua a agravar-se a ritmo acentuado.

 

   Comparando os números relativos a Abril de 2009 e 2009, assinala-se um agravamento de 27,3 por cento face ao mesmo mês de 2008, um mês depois de o país ter registado o seu maior salto comparativo de sempre (50%).

   Tudo boas razões para “voar baixinho” no seu posto de trabalho e, no meio deste cenário, sorrir feliz por (ainda) ter emprego.

 

   Se é esse o caso, claro !
 

 


publicado por António Mateus às 12:46
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 21 de Maio de 2009

SEXO E RECESSÃO

 


    A recessão económica está a tornar as pessoas mais arrojadas no plano sexual.

 

     Esta é uma das principais conclusões de um estudo de cientistas comportamentais hoje publicado no Reino Unido.

 

   Os investigadores sustentam que a recessão global,  a perda de postos de trabalho e perspectivas negras quanto ao futuro estão a ter um impacto substancial a nível da sexualidade.


   A investigação antecipa neste contexto uma maior experimentação no recurso a objectos e jogos no desempenho sexual como forma de libertação do stress escape à realidades menos positivas.

   O estudo adianta que o actual ambiente de insegurança conduzirá a casamentos em idade cada vez menor e a as mulheres assumirem um papel cada vez mais independente e agressivo no campo sexual. 

 


publicado por António Mateus às 20:54
link do post | comentar | favorito

SEXO CONTROLADO

 

 

   A mesma parte do cérebro que nos faz desejar sexo e comida determina se uma pessoa é sentimental e calorosa.

 

   Cientistas britânicos e finlandeses determinaram que áreas específicas do cérebro determinam comportamentos também específicos.

   A investigação mostra que as pessoas com maior tecido no córtex orbifrontal (a parte exterior do cérebro ao nível da testa) e no striatum ventrial (centro profundo) são mais calorosas e sentimentais.

   Pesquisas anteriores tinham relevado que estas mesmas áreas processam prazeres como o paladar e os estímulos sexuais.


publicado por António Mateus às 07:13
link do post | comentar | favorito

MOSQUITO MATA GIGANTE

  

 

   Um mosquito matou um domador de elefantes.

 

  Bruce Bryden, um dos rangers mais prestigiados do mundo, morreu de malária após ter sido picado por um mosquito durante uma expedição de pesca com amigos em Moçambique.

   Aos 61 anos, este perito de vida animal e autor do best-seller “A Game Ranger Remembers”, morreu 24 horas após ter sido internado num hospital privado de Knysna, cidade onde residia.

   Bryden chefiou os rangers da prestigiada reserva de Krueger, na década de 80, e estava por isso familiarizado com os riscos da malária que é particularmente agressiva naquela região.

   Mesmo assim, um homem que durante toda a sua vida dominou os animais mais perigosos da selva foi abatido por um mosquito.


publicado por António Mateus às 07:11
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 20 de Maio de 2009

PORTUGAL POLUIDOR

  

 

   Os nossos responsáveis ambientais regozijam-se; afinal em 2012 vamos "apenas" exceder em 3,5 por cento os limites de emissão de gases de efeito de estufa acordados no Protocolo de Quioto.

 

  E isto se não investirmos em "projectos verdes" noutros cantos do Mundo permitindo assim alargar o saco poluidor permitido a Portugal.

 

  Para já, os ditos responsáveis celebraram hoje que no último ano Portugal tenha "violado" em "apenas" cinco por cento as metas-alvo estipuladas para 2008.

 

   Não sei o que isto lhe desperta a si leitor(a) mas a mim faz-me arregaçar as mangas e exigir a mim mesmo e às pessoas à minha volta que ganhem consciência.

 

   Afinal que herança queremos deixar aos nossos fllhos?


publicado por António Mateus às 23:11
link do post | comentar | favorito

MENINOS DE TODOS NÓS

 

 

   Cada vez que escuto esta música recordo os milhões de meninos que rebuscam migalhas dos nossos desperdícios enquanto nós, todos os dias, despejamos no lixo "os restos" que já não nos apetecem.

 

   Lembro-me do  Kevin Carter (fotógrafo brilhante que conheci enquanto destacado na África do Sul) que se suicidou por não poder viver com memórias de uma fotografia por ele tirada no Sudão a uma criança a esvair-se de fome.

 

   Recordam-se de uma foto de um menino negro, agachado, esquálido, com um abutre por detrás a olhá-lo?

 

   É dessa fotografia  que vos falo. Faz hoje 15 anos que o Kevin nos deixou, por lhe doer o virar da cara.

 

    Afinal não são todos os meninos, filhos de todos nós?

 

Em tua memória Kevin:

 

 

 

 

 


publicado por António Mateus às 09:42
link do post | comentar | favorito

SEXO DEMOLIDO

   

 

FOTO: AGENCIA REUTERS

 

   O primeiro parque temático dedicado ao sexo na China começou a ser demolido meses antes de chegar sequer a abrir.


   O “Love Land” tinha inauguração prevista para Outubro, na cidade de Chongquing, mas acabou por ser vítima do zelo puritano.

   O projecto incluía esculturas de cenas eróticas e de partes íntimas em escala “insuflada” e previa ainda a realização de workshops sobre higiene, cuidados e técnicas sexuais.

   A demolição do parque vem sublinhar a contradição de atitudes relativamente ao sexo na China moderna, onde um puritanismo calvinista coexiste com uma abordagem quase clínica aos respectivos aspectos físicos.

   Apesar da interdição da pornografia e de a educação sexual ser quase inexistente no país, são cada vez mais as lojas de artigos de sexo e o sexo fora do casamento é uma prática aceite socialmente.

   E enquanto a prostituição floresce, apesar de tecnicamente ilegal, a manutenção de amantes por empresários de sucesso e responsáveis do partido (comunista) é sinónimo de estatuto social.


publicado por António Mateus às 00:52
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 19 de Maio de 2009

JUÍZOS APRESSADOS

 

   Onde se cruzam as fronteiras do rigor, da verdade e da vertigem em assegurar ambos, com o encaixar de "factos" em ideias pré-concebidas e a arrogância da ignorância?
 
   O caso da professora de Espinho acusada de usar suposta linguagem “imprópria” e, pior ainda, uma postura tudo menos pedagógica na condução de um conflito com alunas é disso caso gritante.
 
   Primeiro, de “escribas” (ser jornalista é algo mais do que fazer juízos apressados e coxos) a responsáveis escolares, todos se apressaram a linchar publicamente a professora.
 
   Agora (tire-se-lhe o chapéu) o jornal Público mostra hoje a outra face deste mesmo quadro, onde alunos da dita escola avançam ter-se tratado afinal de uma “emboscada” a uma professora por eles descrita como “espectacular” e uma “segunda mãe”.
 
   Enquanto não se apura onde mora a verdade, o bom nome da professora em causa já foi arrastado na lama e, como se tem tornado hábito, foi sepultada a presunção de inocência da dita cuja.
 
   Faz-me lembrar a recorrência de “notícias” contra o Colégio Militar, alicerçadas em comportamentos de desvio de alunos identificados e que são por isso mesmo alvo de processos disciplinares rigorosos (como oxalá ocorresse nos estabelecimentos de ensino públicos deste país).
 
  O grave (muito antes pelo contrário!) não é divulgar abusos cometidos – porque ainda bem que isso é feito – mas sim induzir falsamente que seriam situações sancionadas e abafadas por pessoas e um sistema com elas coniventes.
 
   O apuramento da verdade não se constroi montando uma mentira estalinista mas ouvindo de forma isenta todas as partes, cruzando os argumentos e verificando a sustentabilidade dos mesmos antes de formalizar juízos.

 

P.S. Já agora seria interessante verificar-se o que implicaria em negociatas um eventual fecho do Colégio Militar e a alineação imobiliária dos respectivos terrenos numa zona nobre de Lisboa.

     


publicado por António Mateus às 16:42
link do post | comentar | favorito

SEXO DE RISCO

   A unidade famíliar é a melhor ferramenta para evitar comportamentos sexuais de risco nos jovens e não as pressões ou a preocupação/atenção dos pais.

   Um estudo feito pela Universidade de Boston revela que os pais redobram o interesse pela vida pessoal dos filhos quando estes entram em idade sexual, mas isso pouco influencia, por si só, os comportamentos de risco daqueles.

   Isto a não ser que tal preocupação ocorra no seio de uma célula familiar unida, dialogante e participada.

    Os investigadores sublinham haver menos comportamentos sexuais de risco em famílias que partilham actividades em conjunto como desportos, passeios, idas ao cinema e jantares fora.

   Isto permite não só um reforço da cumpicidade e laços recíprocos como ajuda a partilhar ideias e valores e permite aos pais manter-se a par dos anseios e experiências dos flhos.

  


publicado por António Mateus às 09:48
link do post | comentar | favorito

pesquisar

 

links

arquivos

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Maio 2013

Março 2013

Outubro 2012

Junho 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds