Domingo, 12 de Abril de 2009

PÉROLAS DE SABERES

 

     "Nenhum prisioneiro é verdadeiramente livre enquanto não libertar seu carcereiro".


         - Nelson Mandela     

 

 

 


     " Obstáculos e dificuldades fazem parte da vida. E a vida é a arte de superá-los"


         - Mestre DeRose  

 

 


publicado por António Mateus às 15:20
link do post | comentar | favorito

MAGIAS E OBSCENIDADES

 

    Há palavras, brilhos, sons que nos dedilham o sentir como se fôssemos cordas de uma harpa.

 

   O vídeo-clip anexo fala muito mais do que qualquer letra, espúria, que aqui lhe somasse.

 

  Abra o coração e a alma e (re)acorde a sua condição humana.


publicado por António Mateus às 03:23
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 7 de Abril de 2009

PÓLO DOS INTERESSES

 

   Nos livros da história consta que a “conquista” do Pólo Norte data de 1909, pelo pé do norte-americano Robert Peary, mas até um feito tão recente, da viagem humana neste Planeta, é terreno de controvérsia.

   Outro americano, Frederik Cook, reclama os louros da proeza com uma data anterior em 12 meses.

   Mas essas são as curvas menos relevantes de uma das calotes do Planeta azul, que é a face mais evidente das alterações climáticas em curso.

   Os cientistas acreditam que o Pólo Norte ficará despido de gelo durante a próxima década, com todos os efeitos decorrentes; alguns apenas estéticos mas, a esmagadora maioria, com um impacto e consequências imprevisíveis mas asseguradamente negativas para a sustentabilidade local, seres humanos incluídos.

  Na hora de tomar medidas de defesa  do ambiente outros valores se levantam. Para já, só a título indicativo aqui lhe deixo um cheirinho;

 

   Ficará bem mais fácil o acesso ao norte, aos recursos minerais e ao petróleo.  


publicado por António Mateus às 09:29
link do post | comentar | favorito
Domingo, 5 de Abril de 2009

TENHA FOCO

 

 

       Com a devida vénia "pedi emprestado" este saber a Mestre DeRose que é uma pérola de actualidade;

 

     Imagine uma pessoa que quisesse achar água e fosse dispersando tempo e trabalho a cavar vários poços ao mesmo tempo em vez de se concentrar num só.

   A cada buraquinho recém começado, interrompesse para ir cavar outro e depois voltasse para o primeiro; trocasse de novo para experimentar um terceiro e assim sucessivamente. 

   Após perder muito tempo e desperdiçar muito trabalho, provavelmente abandonaria todas as tentativas, desanimado, declarando que definitivamente não adianta cavar, por supor que nenhum deles dará água.  

    Contudo, é provável que todos dessem água (de diferentes qualidades e com diferentes profundidades), desde que o inconstante se tivesse concentrado num só poço.

    Vivêkánanda referia-se a esse tipo de gente na parábola do homem que tendo chegado a uma árvore de fruto dera uma dentada em cada fruto para ver qual lhe agradava mais, em vez de pegar num único para saciar a fome.

 

 (http://www.uni-yoga.org/blogdoderose)

 

 


publicado por António Mateus às 19:12
link do post | comentar | favorito

ALUNOS ATERRORIZAM PROFESSOR

 

 

  A história em si é tão inverosímel que mais parece uma mentira de 1º de Abril.

   Mas quando é verdadeira e aconteceu, mesmo, e no 1º de Abril,  duplica-se o franzir das sobrancelhas.

 

   Numa escola secundária de Saranda, no litoral adriático, os alunos decidiram pregar uma partida ao professor; toda a turma tomou comprimidos de um sedativo (Diazepam) e, a certa altura, quando decorria a aula, o docente notou que toda a classe se “apagara”.

   Receoso de que se tratasse de algo grave, o professor mobilizou a evacuação de toda a turma para o hospital local, num ambiente de grande ansiedade.

   Ali, a verdade seria clarificada. O director da escola descreveu a brincadeira como uma “idiotez colectiva”. 


publicado por António Mateus às 11:37
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 3 de Abril de 2009

DeROSE EM LISBOA

DeRose e Deslumbramento

 

    Para quem nunca o conheceu/ouviu falar é um assombro e já está em Lisboa para lançar o Tratado de Yôga, a mais completa obra canónica em toda a história deste saber.

   Mestre DeRose é um farol de lucidez e saber, um pedagogo nato, com a humildade dos gigantes do conhecimento.

    Deixo-lhe um "cheirinho" do Tratado; ao longo de 973 páginas, ilustradas com mais de duas mil fotos, o livro contém, entre outros brilhos de alma, mais de 33 mantras em sânscrito, 108 mudrás e 2100 ásanas (técnicas corporais).
 
     O Tratado é apresentado às18h30 de sexta-feira, dia17, na Unidade DeRose, espaço lifestyle, em Lisboa ( www.espaco-lifestyle.org).

     Entre outros espaços de visibilidade mediática, Mestre DeRose vai estar em directo no Jornal 2, da RTP, sábado, a partir das 22h00.

publicado por António Mateus às 14:01
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 2 de Abril de 2009

CHOCOLATE INIBIDOR DE APETITE

    Um chocolate de côr verde  que inibe  apetite é  pelo menos um braço-de-ferro interessante para  os nossos sentidos.

   Uma obra de engenharia bioquímica que estará disponível na vizinha Espanha durante a próxima Páscoa.

   O segredo reside numa mistura de cacau, jojoba e da alga espirulina que produz no organismo, de maneira natural, uma sensação de apetite saciado após o consumo de apenas um ou dois bombons de 15 gramas cada.

   Os criadores sublinham que o ideal é comer o chocolate entre 45 minutos a uma hora antes das refeições para equilibrar as funções digestivas.

   Para os consumidores fica à partida um alerta: o novo chocolate tem um sabor um pouco mais forte do que os tradicionais e uma cor esverdeada por causa da alga. 


publicado por António Mateus às 08:57
link do post | comentar | favorito

O TESTE DA LUCIDEZ

 

 

 

   É nos tempos de aperto que se revela a qualidade da madeira de que é construída a nau.

 

   Rezam os escritos ancestrais, sobre a honradez e o sentido de responsabilidade dos construtores navais.

 

   Um dito (ou um escrito) que se arrasta em actualidade até aos nossos dias, nos mais diversos campos, a começar pelo gerir da coisa pública e a competência governativa.

 

   Em causa está agora a nau financeira em que navega todo o Planeta, com o madeirame a estalar e as juntas a meterem água.

 

   Reza a sabedoria antiga que tudo se pode remendar com pensos de estôpa e uns pregos adicionais.  Pode, se a tempestade amainar e os carpinteiros tiverem asas nos pés da imaginação.

 

Mas assim que se chegar a terra, é urgente aprender a lição e refazer a nau, de cima abaixo.

 

É isso que se espera, na cimeira do G20 em Londres.

 

Caso contrário, o destino está escrito.

Tão garantido quanto a recorrência de novas tempestades, nada salvará a nau de naufrágio certo, mesmo que imobilizada em porto de abrigo.

 


publicado por António Mateus às 07:36
link do post | comentar | favorito

pesquisar

 

links

arquivos

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Maio 2013

Março 2013

Outubro 2012

Junho 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds