Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008

CRISTIANO O CONTROVERSO

 

 
 
 
 
    A votação dos leitores do prestigiado jornal espanhol “El Pais” pode ter as mais diversas leituras, mas o resultado é expressivo; - 64 por cento considera que a escolha de Cristiano Ronaldo, como melhor jogador da Europa, não é merecida.
 
  O favoritismo vai inequivocamente para Messi, que convence 57 por cento dos votantes do site do "El Pais" contra apenas 13 por cento, de rendidos às prestações do  número 10 da selecção portuguesa.
 
  Confirmando os créditos que o tornam um dos mais conceituados periódicos europeus, o El Pais dedica apesar disso uma extensa reportagem ao jogador do Manchester United, sem ponta de despeito pelo facto de este ter deixado para trás uma série de estrelas espanholas.
 
  Afinal, do outro lado da fronteira, não vem só “mau vento ou mau casamento" (como reza o ditado), mas também lições de fairplay.

publicado por António Mateus às 10:53
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 2 de Dezembro de 2008

AUTO-ESTIMA PORTUGUESA

 

 

 Voltaram a casa. Motivo de orgulho de todos nós.

 A Unidade portuguesa de Engenharia (UNENG4) integrou a missão de paz das Nações Unidas no Líbano (UNIFIL), junto à fronteira com Israel.
 
  Falo do que sei e testemunhei directa e pessoalmente, ao mesmo tempo que em Portugal se debruava nos nossos media o recorrente tapete de imbecilidades sobre as Forças Armadas.
 
    Há 48 anos que vivo por dentro os sonhos, pesadelos, sacrifícios e incongruências do mundo militar, da sua relação com os políticos e das tontices de "multicitados" analistas.
 
    Falam de tudo. De tudo são peritos; do futebol à política, da gastronomia ao tabagismo, das finanças à música e, sazonalmente também, dos segredos dos militares, incluindo reuniões onde se discute a compra de submarinos!
 
   O que é grave não é que o umbiguismo assome cada vez mais protuberantemente, em barrigas engravidadas pelos aplausos dos mais ignorantes.  Ou dos que perante a convicção do afirmado, tomam Juno por Marte.
 
     O que é triste é que se dê palanque e eco a dislates. Quando se esfaqueia pelas costas e pela frente, o princípio mais básico do jornalismo, de ser justo e equidistante e não confundir opinião com factos.
 
     Lá longe, no Líbano, eu vi militares portugueses a honrarem o meu país. A trabalharem aos sábados em ajuda às populações pobres em vez de gozarem fins-de-semana de dois dias.
     Lá longe, eu vi civis pobres a convidarem os nossos militares para suas casas e dizerem-me que eles se tornaram família.
 
     E eu, que já dei muitas voltas ao Mundo, via que isso era verdade. Depois, ligava a televisão. Via o que se dizia sobre eles em Portugal e arrepiava-me de vergonha.
 
    E certamente que não era deles. Essa vergonha.
 
    Bem haja quem assim dá uma bofetada de luva branca na arrogância da ignorância, dos que vos tentam despir a farda do brio.

publicado por António Mateus às 14:02
link do post | comentar | favorito

PROTEJAM NOSSOS MENINOS

 

 
 
  25 mil fotografias e nove mil vídeos de pornografia infantil apreendidos numa só operação em Espanha!
 
  Dá que pensar no Mundo em que vivemos não dá?
 
  A Guardia Civil anuncia ter detido 40 pessoas durante buscas em 51 localidades, no âmbito de uma operação de protecção aos meninos que são de todos nós, mesmo que “confiados” a seus pais.
 
  A investigação começou em Fevereiro, após um internauta ter informado as autoridades que acedera por acidente a uma rede de partilha de fotos de pornografia infantil.

  


publicado por António Mateus às 13:13
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 1 de Dezembro de 2008

ÁGUIA OU FRANGO?

 

  Sempre admirei o Quim como guarda-redes e o pouco que os media desportivos nos "passam" sobre ele como pessoa.

  Mas que o homem-futebolista está em péssima forma isso é indiscutível.

Tanto quanto bem merecia ser "resguardado" das vergonhas que tem protagonizado nos ultimos jogos -  tanto no Benfica como na selecção -  ficando de pousio, por uns tempos, no banco ou na bancada.

 

  Primeiro levou "meia-dúzia" do Brasil, depois mais uma resma dos gregos e agora teve culpas directas e indirectas no empate de "meia-tijela" com o Vitória de Setúbal, na Luz.

 

  Todos temos direito a falhar, mesmo aqueles que ganham ordenados milionários para não o fazer. Mas quem escolhe os "onzes" das equipas que os sustentam é que deveria ter mais pudor e decoro. Tanto em defesa do prestígio de quem como o Quim tem um CV notável, como dos que ficam no banco (ou nem isso) e fariam certamente melhor figura no seu lugar, como é o caso do Moreira ou do ex-setubalense Moretto. 

 

  E isto para não falar nos "militantes" que pagam bilhetes, quotas e ainda enfrentam noites gélidas para irem esticar a voz e as hormonas pelo "seu" Benfica.

 

 

 


publicado por António Mateus às 23:14
link do post | comentar | favorito

pesquisar

 

links

arquivos

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Maio 2013

Março 2013

Outubro 2012

Junho 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds