Quinta-feira, 8 de Janeiro de 2009

VALOR$S EM CAUSA

 
  Sou jornalista há 25 anos e já acompanhei, anos a fio, pessoas como Nelson Mandela e Desmond Tutu.  Por isso sinto-me absolutamente à-vontade para criticar a política e os políticos que ditam o rumo nacional e pior, infelizmente para nós todos, os que se vão alternando na oposição.
 
  É que eles são todos iguais já repararam? O PS quando está na oposição trucida tudo quanto sejam subtrações aos direitos humanos, cívicos e de liberdade de expressão e depois reclama-se dono da verdade única aquando no poder.
 
  Cito o caso do PS porque é o que está agora no governo e não por ser excepção nesse quadro negro já que apenas mudam as moscas quando o PSD toma as rédeas do poder.    
Ou melhor, sejamos frontais; verdade seja dita, nunca desde o 25 de Abril houve um tal clima intimidatório e persecutório a não ser durante a orgia do PREC.
 
  Mas mesmo assim foi com abertura e disponibilidade que ouvi a entrevista dada esta semana por Sócrates à SIC...sublinho; abertura e disponibilidade...mas apenas até ouvir a atoarda justificativa de manter nas escolas uma série de criminosos e marginais que infernizam a vida a professores e aos nossos filhos.
 
  Sócrates acha que é um triunfo ter “somado” aqueles energúmenos ao sistema de ensino oficial. É claro, quando se tem conselheiros que pontificam ser  "apenas" uma “brincadeira de mau gosto” ameaçar uma professora com uma pistola (seja ela de plástico ou atómica) ou de lhe dar um par de murros, só se pode viver noutro Planeta.
 
 Os valores bebem-se no chá à nascença – diz a sabedoria popular.
  É óbvio que falamos de primados diferentes;
 
  - Para o PM “valores” são o saldo do orçamento de Estado e o número de alunos que FREQUENTAM o ensino (algo bem diferente do número de alunos que APRENDEM) .
 
  - Para mim, “valores” são o respeito pelos outros, o civismo, o gosto de aprender e o respeito pelo colectivo.

publicado por António Mateus às 13:22
link do post | comentar | favorito

TRANSLATE THIS BLOG TO ANY LANGUAGE

António Mateus

Escritor e jornalista. Nasceu em 1960 em Castelo Branco, filho de uma socióloga e de um Oficial de Cavalaria. Licenciado pela UTL e iniciou a sua actividade jornalística no jornal O Globo em 1982. Continuar a ler (...)

Os meus livros

Selva Urbana, edições Colibri. "Selva Urbana – ponte entre olhares e sensibilidades de dois mundos, duas culturas, dois continentes, situações humanas comuns – é uma sequência de retratos publicados em colunas semanais num jornal diário de cariz económico, Jornal de Negócios (...) Comprar

Homens vestidos de peles diferentes, editora Ulmeiro. Comprar.

pesquisar

 

links

arquivos

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Maio 2013

Março 2013

Outubro 2012

Junho 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds