Quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2010

CORTES DE SALÁRIOS!

 
  Grécia de joelhos. O aviso a todos nós está lançado!
 

   Muito mais cedo do que esperamos, todos os que trabalhamos por conta de outrém vamos ter cortes nos salários para evitar seguirmos o descalabro de Atenas.

   A questão já não é “se” mas “quando” e "quanto"!
 

   A matemática é uma ciência lógica e exacta.  Quando consumimos muito mais do que o que produzimos, o fazemos há muito e nos habituámos a depender de um Estado em rota de falência (insustentável a médio e - ainda mais - longo prazo), o acerto só é possível através de um aperto de cinto radical.

 

   É como gastar-se todos os meses mais do que o recebido em salário!

 

   Durante muitos anos sustentou-se isso à conta dos décimos terceiros e quartos meses. E depois com a conta-salário.  O problema é que o credor – o Estado – também já se endividou ao limite dos juros que consegue suportar!

    E agora? A solução é óbvia. Penosa, mas óbvia.

 
   O Eça de Queirós avisava, cínico (?), que Portugal não era um país mas um...sítio.

   Habituámo-nos a um laisser-passer, décadas a fio, acreditando na sustentação do país por uma suposta qualidade de serviços, quimera que, de repente, está a ser deixada a nú. Sem anestesia.

 

   Para mim que multipliquei o amor pelo meu país - ao residir 16 anos no estrangeiro (por destacamento de serviço) - e me incomodam os velhos do Restelo ser-me-ia "lógico" e fácil enterrar a cabeça num buraco e presumir a ignorância do mensageiro.

 

   Só que eu exerço este meu patriotismo da mesma forma que sou pai; olhando os problemas com carinho e positivismo mas também de forma realista e responsável.

 

   Não se iludam; o filme “Up in the air” de George Clooney poderá parecer uma visão cínica da forma como empresas e países serão cada vez mais geridos. Mas é – em boa verdade – cada vez mais a via-padrão, num mundo onde os valores prevalecentes são  financeiros e não humanos ou humanizantes.

 

 


publicado por António Mateus às 14:13
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Anónimo a 7 de Fevereiro de 2010 às 00:50
Situação que me preocupa há já algum tempo. E quando ouvi a noticia da Grécia, ainda mais fiquei.
Qualquer dia até os nossos haveres preovenientes de terceiros ficam hipotecados.
Por outro lado, levamos um vida de trabalho e no fim o que restar poderá ser minimo.
Os nossos filhos e netos poderão vir a sofrer bastante, consequência da má gestão ao longo da nossa história.
O tempo não volta para trás. Séculos passaram desde a época dos Descobrimentos em que fomos das primeiras potencias económicas de então.
Nesta vida choro o já vivido em abundancia.
Mas Portugal está eternamente à procura de si.
Com a globalização, qualquer dia já nem precisamos de pensar na identidade de ser-se português.
Bem haja

Cristina.


Comentar post

TRANSLATE THIS BLOG TO ANY LANGUAGE

António Mateus

Escritor e jornalista. Nasceu em 1960 em Castelo Branco, filho de uma socióloga e de um Oficial de Cavalaria. Licenciado pela UTL e iniciou a sua actividade jornalística no jornal O Globo em 1982. Continuar a ler (...)

Os meus livros

Selva Urbana, edições Colibri. "Selva Urbana – ponte entre olhares e sensibilidades de dois mundos, duas culturas, dois continentes, situações humanas comuns – é uma sequência de retratos publicados em colunas semanais num jornal diário de cariz económico, Jornal de Negócios (...) Comprar

Homens vestidos de peles diferentes, editora Ulmeiro. Comprar.

pesquisar

 

links

arquivos

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Maio 2013

Março 2013

Outubro 2012

Junho 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds